INVERNO PERFEITO

24 de junho de 2011

A melhor época do ano para apreciar um bom vinho chegou. Algumas dicas de um bom vinho para você curtir o inverno.

Santa Alba Reserva Carmenere:
Os vinhos da linha Santa Alba são vinificados com maestria em uma região privilegiada. O clima mediterrâneo do Valle de Curicó é ideal para a maturação adequada dos aromas e polifenóis das uvas que dão origem à linha Santa Alba.

SmithBrook Merlot:
Smithbrook preocupa-se principalmente com o controle natural e sustentável de seus vinhedos evitando o uso de pesticidades, o que garante a alta qualidade de suas uvas.

Mitchelton Crescent:
O vinhedo é cervado pelo rio Goulburn por três lados caracterizando de forma única o clima da Milthelton. O resultado são 4 perfis de solo diferentes, criando com isso vinhedos com características diversas dentro de uma área de 154 hectares.

Leasingham Bin 61 Cabernet Sauvignon Malbec:
Uma das primeiras a cultivar uvas Riesling, essa vinícola é a verdadeira pioneira na reputação mundial dos vinhos vinhos Riesling de Clare Valley. Também foi a primeira e única vinícula a ganhar o prestigio troféu Jimmy Watson.


FESTA JUNINA

21 de junho de 2011

A Festa Junina é a festa bem brasileira de todas, por isso muito da nossa riqueza cultural e folclórica devem estar presentes. É uma festa bastante colorida e exuberante, com um ar brejeiro e com a simplicidade do campo, onde flores e tecidos como chitas são ideais para se usar na decoração. São muito fáceis de fazer já que o ingrediente principal é a criatividade e decoração rústica.

Não importa se é uma festa junina  infantil ou de adulto, o que realmente é preciso, é  dar um tom colorido, embora que simples, a festa. Combinando produtos mesmo que de forma brega, pois esta é a tônica do São João.

Quando a festa é para crianças, fica mais legal ainda, você poderá decorar junto com os pimpolhos e colocar diversas bandeirinhas coloridas em varais. As bandeirinhas você mesmo poderá cortar, compre papeis de seda coloridos ou TNT. Use cores vivas como o azul, amarelo, verde, vermelho, rosa, branco… as cores não precisam combinar, o importante é ficar bonito na hora da decoração.

Muitas bandeirinhas feitas de papel, roupas caipiras cheias de remendos, costuras aparentes, chapéus de    palha, muita comida típica gostosa, caseira, como antigamente. Também pode usar legumes como milho em casca, abóbora, e palha para dar um ar mais “de roça”. Uma abóbora de verdade com chapéu de palha também irá arrasar em um dos cantos da mesa! Festa junina tem que ser inspirada em roça. Sim não esqueça do espantalho e da fogueira. Se a turma for bastante animada improvise uma quadrilha.

Lembrando que uma festa junina não pode faltar uma boa música de forró, pois fazem toda a diferença e dão a cara da festa.  Festa Junina é um tema que agrada a adultos e crianças por ser um tema de muita alegria.

Importante

Se for fazer fogueira é preciso muito cuidado com crianças e coloque-a longe das bebidas alcoólicas.

Recomendamos que se faça uma fogueira artificial para evitar acidentes.


COMIDAS E BEBIDAS TÍPICAS DE FESTA JUNINA

21 de junho de 2011
  • Paçoca
  • Pamonha
  • Curau
  • Canjica
  • Bolo de Milho/Fubá
  • Pipoca Doce e Salgada
  • Pé de Moleque
  • Rapadura
  • Arroz Doce
  • Doce de batata doce, de leite, de abóbora, de figo
  • Churrasco
  • Vinho quente
  • Chocolate quente com conhaque
  • Quentão
  • Para as crianças deve ser feito o quentão sem álcool que também é muito gostoso e colocar refrigerantes

Você precisa de um espaço para enfeitar, uma mesa decorada com toalha de babados, para colocar os doces e muita gente animada.


Brincadeiras

21 de junho de 2011

A quadrilha

Não precisa ser ensaiada e podem-se formar os pares na hora. Vale tudo, mulher com mulher, homem com homem porque o importante é se divertir.

Amendoim na colher
Trace uma linha de partida no chão e posicione as crianças. Cada uma deve apanhar, com uma colher, um amendoim colocado a certa distância e trazê-lo para a linha. Vence o primeiro que reunir cinco amendoins.

Bigode no caipira
Cada criança, de olhos vendados, tentará colocar um bigode no rosto desenhado de um caipira. Faça tudo de cartolina. O vencedor será quem mais se aproximar do alvo.

Saci esperto
Risque no chão um retângulo grande. Numa ponta, será a partida, na outra, a chegada. Elas têm de apostar uma corrida pulando num pé só.

Corrida de sacos
Trace uma linha de partida e outra de chegada. Arrume vários sacos grandes de tecido. Cada criança tem de fazer o percurso enfiada no saco preso à cintura.

Pescaria
Recorte uma cartolina em formato de peixe e, onde seria a boca do animal, cole um clipe de metal com fita adesiva. Se quiser, encape com papel contact. Enterre os peixinhos em uma bacia ou piscina de areia. Para fazer a vara, amarre um barbante ou fio de nylon grosso em um galho ou graveto. Na outra ponta, amarre um clipe de metal aberto, com o formato de um anzol.

Arremesso em latas
O objetivo do jogo é derrubar o maior número de latas possível em um arremesso. Separe 15 latas de alumínio vazias (pode ser de molho de tomate, leite condensado, creme de leite…), tomando cuidado para que não deixar pontas afiadas. Encape-as com papel camurça colorido e decore com lantejoulas. Arrume as latinhas em camadas. A base deve ter cinco latas. Em cima dela, mais quatro. Depois, 3 etc. Faça um risco no chão com cerca de três metros de distância das latas e lance a bola, que pode ser de plástico ou de meia.


OUTRAS DICAS

16 de novembro de 2010

NA HORA DE ESCOLHER A COMIDA E A BEBIDA PARA SUA FESTA

Se que economizar, não exagere na quantidade de pratos. Quanto mais opções mais as pessoas querem comer e sem falar no desperdiço. As pessoas querem experimentar de tudo. Isso também vale para as sobremesas.

Se existe uma dúvida no cardápio, procure servir o que normalmente todos gostam.

Se houver muita criança, procure fazer um cardápio próprio para elas.

Na hora de escolher as bebidas, pense nos seguintes fatores:

a) Estação do ano – No verão a aguá, cerveja e refrigerante serão mais consumidas.

b) Quem são os convidados? Os amigos consomem mais bebidas do que as tias e amigas da mãe.

c) Se só houver aguá, cerveja e refrigerante o consumo será bem maior do que se tiver outras bebidas como champanhe, vinho e uísque.

COMO CÁLCULAR A BEBIDA POR PESSOA

1. Uma garrafa de vinho para cada 3 ou 4 pessoas durante um almoço ou jantar.

2. Uma garrafa de vinho para cada 2 pessoas se for um coquitel.

3. Uma garrafa de chapamnhe para cada 2 pessoas em uma festa bolo-com-champanhe.

4. Uma garrafa de chapanhe para cada 8 pessoas se for servido só na hora do brinde.

5. Uma garrafa de uísque serve 10 pessoas.

6. Se for servir só água, refrigerante e cerveja cálcula-se 1 garrafa de 600ml cerveja por pessoa.

7. Se servi vinho cálcula-se uma garrafa de cerveja para cada 4 pessoas.

8. Se for servi vinho e uísque cálcula-se 1 garrafa de cerveja para cada 6 pessoas.

9. Para calcular o refrigerante se for só o refrigerante e água é cálcula-se 600ml por pessoa e 400ml se servir outras bebidas.

10. Para a água cálcula-se 200ml por pessoa.

11. Se for servir coquitel cálcula-se 750ml para cada 25 pessoas.

COMO CÁLCULAR A QUANTIDADE DE GARSONS

1. Cálcule 1 garson para cada 15 convidado se for um coquitel.

2. Cálcule 1 garson para cada 12 convidados se for um jantar sentado.


Montar uma festa não é fácil. Freqüentar também não é.Dicas de como fazer de sua balada um sucesso.

16 de novembro de 2010

Tem gente que é a alma da festa. A animação não começa até ela chegar.

1. Se for a primeira a chegar, pergunte ao dono da casa se esta precisando de ajuda.

2. Se for levar alguém, pergunte antes se pode.

3. Se encontrar o EX, fique do lado da festa mais animado e dance bastante aproveitando bem a festa.

4. Se ficar com alguém, procure um local bem discreto da casa.

5. Para se livrar de alguém muito chata, faça a pergunta “alguém quer umq bebida?

6. A festa tem que ter mistura, de solteiros, casados, skatista, dentista, gays, etc…

7. A iluminação bem indireta. Luminárias e lâmpadas coloridas cria um certo clima, assim como velas também(mas cuidado coloque dentro de vidros).

8. Use flores submersas, pois causa impacto visual nos convidados.

9. Se opitar por copos, pratos e talheres descatáveis, faça com muito charme e elegância. Procurando desiner modernos.

10. Capriche na trilha sonora. Se a maioria dos convidados forem ecléticos, faça uma escolha das musicas também eclética, mas com musicas boas.

11. Para mandar as pessoas embora, acenda a luz, baixe o som e de maneira simpática agradeça a presença de todos.

 


ESTA COM DÚVIDA QUE BEBIDA SERVIR NO SEU JANTAR ESPECIAL? AQUI ESTÁ UMA BOA DICA.

30 de setembro de 2010

Vinhos sempre são bem-vindos, mas, precisa ser escolhido com cuidado, porque  existem os tipos certos para combinar com massas, carnes, peixes e aves.

Se o vinho provoca uma sensação de amargor e acidez, o prato deve ter uma carne mais leve e com molhos mais agridoces para manter o equilíbrio

Mas a preocupação não se limita apenas na perfeita harmonia entre prato e vinho. As Taças alteram o gosto, pois determinadas taças acentuam ou encobrem os paladares da bebida. Isso acontece porque, em cada região da língua as papilas sentem determinados sabores. As papilas localizadas na ponta detectam o açúcar e o sal. Já na lateral, é sentida a acidez e no meio a adstringência, ( Sensação de adstringência é a sensação tátil de constrição das mucosas da boca pelo excesso de tanino. O sabor de uma fruta verde, vinho, é o resultado do tanino. Tanino é percebido muitas vezes como sabor levemente amargo, mas mais comumente como sensação adstringente).

Se a escolha for por  uma taça com pouca abertura que direcione o líquido para o meio da língua, irá sentir ainda mais a adstringência,  ou seja o sabor com um leve amargo.

A temperatura ambiente também é outro fator fundamental. Champagnes e espumantes devem ser servidos entre 4ºC e 8º C, vinhos brancos suaves, de 10 ºC a 12 ºC, rosados, de 8 ºC a 12 ºC, tintos de médio corpo, de 12 ºC a 16 ºC e vinhos tintos encorpados, de 16 ºC a 18 ºC. Não adianta escolher um vinho de qualidade que complete os sabores e servir na temperatura errada.